Reviews

[Unboxing] Xiaomi Yi: a câmera que busca desbancar a GoPro

Leve e com preço em conta. Seria a Xiaomi Yi Cam uma boa alternativa à cara e conceituada GoPro? Confira nosso unboxing e primeiras impressões

Uma necessidade traz boas surpresas. Ao cogitar começar a fazer turismo de aventura, pensei com meus botões: “preciso de uma câmera esportiva, para não me preocupar com o celular e que tenha qualidade”. Logo, era consenso entre meus amigos a resposta: GoPro. No entanto, o preço da GoPro no Brasil – inclusive importando, com o dólar alto – me assustou. Daí veio a pesquisa.

Alguns conhecidos meus do Telegram compraram um modelo pouco conhecido no Brasil: a Xiaomi Yi, ou Xiaoyi, como é conhecida em alguns mercados. Como tinha tempo – e muita coragem – decidi trazê-la por diretamente da China, por meio do DealXtreme.com. Lá, a câmera me custou $72,67, aproximadamente R$ 300 em conversão direta, mais um imposto de retirada nos correios de cerca de R$ 50.

Anunciada há aproximadamente um ano, a Yi chegou ao mercado na época com um preço agressivo e recursos fortes. Com um sensor BSI de 16 megapixels Sony EXMOR com abertura de f/2,3” com 155º de ângulo de visão e a capacidade de filmar em até 1440p30fps com suporte ao codec H.264, a Yi traz em seu interior o Ambarella A7LS, um poderoso processador de imagem que garante um desempenho impecável com um baixo consumo de bateria desenvolvido especificamente para câmeras de ação. Além disso, a câmera possui uma bateria de 1010mAh, que garante – em tese – até 90 minutos de gravação ininterrupta. A câmera também possui bluetooth 4.0, Wi-Fi  e controle total de suas funcionalidades por meio de um app disponível para Android e iOS.

A Yi é vendida em duas versões, uma apenas com câmera, cabo usb e bateria (a minha), e a Travel Edition, com um monopod e um controle bluetooth inclusos no pacote. Como comprei acessórios separados, optei pela versão mais recente – e não vi necessidade de pagar mais 30 dólares por um monopod e um controle remoto.

Unboxing

Quando recebi a câmera, estranhei: a caixa é muito leve. Ela pesava em torno de 140g, o dobro do peso da câmera que protegia. Seu exterior, assim como todas as embalagens da Xiaomi, é de um papelão duro e é bem difícil de tirar ela de dentro. No interior, a tampa possui uma parte acolchoada com uma espuminha.

Assim que você retira a tampa, a câmera está lá – e parece de brinquedo, como aqueles que usamos para enfeitar o quarto ou colecionar ela aparece só, dentro de uma caixinha – dentro da caixa – de papel madeira.

Interessante que a Yi é a primeira câmera de ação que vejo com o suporte em seu corpo para tripé (aquela entrada para parafuso).

Abaixo do suporte para a câmera está o manual, onde você encontra o QR-Code para download do App da câmera.

Dentro do suporte, a bateria da câmera, de 1010 mAh, pode aguentar o suficiente para muitos (Ela é bem pequena, por sinal) e o cabo USB, curtinho, para carregar a câmera, lembrando muito o que acompanha a minha ZenPower: curto e flat.

No fundo da câmera, as duas tampas: uma com a saída microUSB e micro-HDMI (esta eu não via desde o meu Milestone 3).

Ao redor do botão power, localizado ao lado do sensor da câmera, há um LED que informa nível da bateria, timer e até a instalação de firmware.

Na parte superior, apenas um botão, utilizado para disparo da câmera.

Na lateral esquerda, um pequeno botão para ativar o Wi-Fi.

Para utilizar com a câmera, adquiri, de maneira mais imediata – e que serão utilizados no review, uma caixa estanque KingMa e um bastão flutuante.

Comentários

Criado por loucos viciados em cafeina, jogos e na vida de nerd para compartilhar os pontos de vista de forma isenta e com muito bom humor!

Esperamos que goste! =]

EpicGeek © 2015 Todos os direitos reservados.

To Top