Reviews

[Review] Xiaomi Yi Cam – uma Action Cam para todas as situações

Xiaomi Yi Cam e um cenário paradisíaco, a combinação perfeita para o review dessa Action Cam que promete ser uma excelente alternativa. Confira!

Quem acompanha o DarkFoxOnline notou que eu estava em busca de uma Action Cam com um excelente custo benefício quando encontrei a Xiaomi Yi. Resolvi guardar meus receios e importei uma pelo DX.com.

Para este review, levei a Yi para um dos lugares mais bonitos do país: a Chapada Diamantina, durante o feriadão da Páscoa (mas só pude concluir este review duas semanas depois). Levei apenas ela e o LG G4, que utilizava basicamente como um controle remoto para o uso da câmera.  Meu kit, nesta viagem, se resumiu a um selfie stick, um bastão flutuante, uma caixa estanque Kigma e uma ZenPower.

Hardware

Por pouco mais de R$350 reais somando câmera e impostos, a Yi impressiona já pelas suas especificações. Estamos falando de uma Action Cam com  com 155º de ângulo de visão e a capacidade de filmar em até 1440p30fps e outras resoluções de vídeo, inclusive 1080p60fps, com suporte ao codec H.264. Com um sensor BSI de 16 megapixels Sony EXMOR com abertura de f/2,3” com 155º de ângulo de visão, gerenciado por um poderoso chipset de processamento de imagem, o Ambarella A7LS, alimentado por uma bateria de 1010 mAh. Por fim, a Yi possui Wi-Fi e Bluetooth 4.0 integrado, saída micro USB e microHDMI.

Sua pegada é firme, graças ao design e ao chanfrado nas laterais, semelhante a um mosaico. Além disso, não há muito segredo para o uso, são apenas três botões: o frontal liga/desliga/alterna entre foto e vídeo; o superior para iniciar/cancelar a captura de vídeos ou para bater uma foto; e o lateral, para Wi-Fi e Bluetooth. Na parte inferior, uma surpresa agradável: é a única Action Cam do mercado com suporte direto para o encaixe no tripé.

O grande ponto contrário está em seu acabamento. É muito, mas muito plástico. Só plástico na verdade. Não há sequer uma parte em metal e as tampas que protegem a bateria e as entradas de cartão de memória, microUSB e microHDMI parecem um pedaço de brinquedo infantil que podemos quebrar com o dedo. Mas era de se esperar, com um hardware poderoso e preço baixo.

Outro detalhe na câmera é a ausência de um display, que pode ser adquirido posteriormente.

O que vem na caixa?

Diferente do que esperamos, a Yi é uma Action Cam que não é resistente à água e poeira e, diferente da grande maioria das câmeras do segmento, inclusive a GoPro, nenhum dos kits de venda acompanham uma. Para mergulhos ou garantir um pouco mais de resistência, você precisa adquirir uma separadamente.

Na caixa da versão que comprei, apenas o básico: câmera, bateria e cabo USB. Uma outra versão vem acompanhada de um selfie stick desenvolvido pela Xiaomi. Particularmente, senti falta de uma caixa estanque, que foi suprimida parcialmente pela Caixa Estanque Kigma. Para mais detalhes, acesse nosso unboxing.

Software

O grande trufo da Xiaomi nesta câmera não é sua relação custo-benefício. Assim como praticamente todas as suas concorrentes, a Yi possui seu próprio aplicativo, onde é possível visualizar o álbum, acessar remotamente a câmera, inclusive fotografar e filmar com pré-visualização, editor de imagens e uma rede social de compartilhamento de conteúdo. Além disso, é por ele que você atualiza a câmera.

A câmera também possui alguns diferenciais em software. Mesmo não possuindo um modo com ajuste manual, a câmera se ajusta de maneira muito eficiente em diversas situações, inclusive pouca luz.

Câmera e editor de imagens

Pode parecer ironia, mas comprei a Yi com muito preconceito sobre seu desempenho em diversas situações, mesmo depois de ter visto diversos comparativos sobre seu desempenho e seus resultados me surpreenderam.

Entre seus pontos fortes, o balanço de branco equilibrado, boa velocidade de disparo, lente com um ângulo de visão muito bom e o desempenho impecável com pouca luz, a ponto de tirar fotos muito boas dentro de cavernas, por exemplo, mesmo sem uma configuração específica para isso. Embaixo da água, o desempenho também é aceitável, seja em piscina, rio de águas claras ou escuras, mas senti falta de um modo específico para esse tipo de captura, em algumas circunstâncias, o resultado foi um pouco inconsistente. Como podem ver nas fotos abaixo:

Cachoeira da Donana (1) Yi

Para vídeos, a Yi possui diversas resoluções disponíveis, inclusive a opção de filmar em 2k (1440p) com 30 frames por segundo, FullHD (1080p) com 60fps até em câmera lenta, em 480p a 240fps, assim como no iPhone 6s e o resultado é bem bacana, veja:

Bateria

Este foi o meu maior problema durante a viagem. A bateria da Xiaomi Yi dura pouco, cerca de 90 minutos de uso contínuo. No meu caso, em uso alternado, ela durou cerca de 5 horas por vez, tendo que recarregá-la entre um ponto turístico e outro, algo esperado, pois levei a ZenPower inclusive para suprir essa necessidade.

No mercado, há opções de baterias substitutas com um pouco mais que o dobro de carga (cerca de 2400 mAh), que pode ser útil para viagens mais prolongadas. Outra solução é comprar baterias extras para a câmera. São baratas, seja no Mercado Livre ou importando direto do DX. Se for com a Yi crua você sem dúvidas pode ter problemas com bateria.

Acessórios

Este ponto foi minha maior dor de cabeça, não pela compatibilidade,mas tive um problema sério com um dos itens mais importantes: a caixa estanque da Kigma. Segundo a fabricante, a caixa estanque suportaria até 40m de profundidade, a água conseguiu entrar na câmera pelo vidro da lente em mergulhos de menos de 5m, não danificou a câmera, mas isso era algo que poderia acontecer.

Outro ponto que me deixou decepcionado foi a qualidade do material: o feixe quebrou no meio da viagem, me deixou literalmente na mão. A opção foi comprar uma nova, dessa vez desenvolvida pela Xiaomi, que deverá chegar em alguns dias.

Conclusão

A Yi une, dentro de um corpo plástico, quase tudo o que esperamos para nossa trilha, uma viagem e até para festas e praia. Mesmo sem uma grande bateria, é possível ter um desempenho impecável custando pouco quando se fala em Action Cam. A pequena tem tudo para ser um dispositivo bem-sucedido em vendas, principalmente pelo que oferece. Não há nenhum dispositivo com um preço semelhante, que seja tão competitivo. A mais próxima disso, a SJCAM  SJ-4000, não possui tanto poder.

O grande problema é a ausência de acessórios de fábrica. Em sua versão mais barata, a Yi Cam vem praticamente nua e quase 100 reais a mais por um bastão de selfie não é uma opção muito interessante. A caixa estanque da Xiaomi também gira neste preço, o que somaria cerca de 200 reais em acessórios a serem adquiridos separadamente.

Uma outra opção, acessórios genéricos, podem ser considerados. Tanto a caixa estanque da Xiaomi quanto as genéricas são compatíveis com acessórios desenvolvidos para a sua principal concorrente, a GoPro.

Comentários

Criado por loucos viciados em cafeina, jogos e na vida de nerd para compartilhar os pontos de vista de forma isenta e com muito bom humor!

Esperamos que goste! =]

EpicGeek © 2015 Todos os direitos reservados.

To Top