Exatamente um ano após o anúncio da geração anterior, a Huawei conformou oficialmente o desembarque de sua mais recente pulseira inteligente, a Huawei Band 9, no Brasil.

Trazendo evoluções pontuais, a nova geração evolui esteticamente e conta com novas opções de cor para seus usuários e pode ser uma boa opção para quem quer um dispositivo com preço interessante e boas funcionalidades.

Falando primeiro da parte estética da Huawei Band 9, temos que ela chega ao mercado em 5 opções de cor com pulseiras em fluoroelastômero ou nylon, tela AMOLED de 1,47 polegadas, corpo de 8,99mm e apenas 14g de peso.

Ainda falando sobre o design, a marca fez questão de destacar em especial a versão com acabamento em preto que chega com acabamento em 10 camadas que remete a uma tecla de piano e o branco areia, que traz detalhes em dourado gravados a laser.

Quanto às funcionalidades, temos na Huawei Band 9 a chegada de atualizações de algoritmo importantes como o TruSleep 4.0 e TruSeen 5.5 que entregam monitoramento e relatórios mais completos e precisos de batimentos cardíacos, SpO2 e respiração.

Assim como a geração anterior, a Huawei Band 9 conta com suporte à 100 modalidades para monitoramento com acompanhamento automático de caminhada e corrida, além de melhorias no monitoramento mais preciso durante a prática de natação, graças a ampliação de 6 para 9 sensores.

Quanto a bateria, temos os mesmos perfis de durabilidade já conhecidos para a Huawei Band 9: é prometida uma autonomia de até 14 dias e 9 dias no uso normal, além de a capacidade de ser possível garantir 48h de autonomia em apenas 5 minutos de recarga (caso ela esteja com 0% no momento da conexão ao carregador).

Apenas para fins de esclarecimento, as 48h (ou 2 dias) citados pela marca consideram monitoramento da frequência cardíaca sempre ativado, TruSleep desligado à noite, 30 minutos de exercício por semana, notificações de mensagens ativadas (50 mensagens, 6 chamadas e 3 alarmes por dia) e a tela ligada 200 vezes por dia.

Outra característica digna de registro aqui é a oferta da função de ajuste automático de brilho da tela na Huawei Band 9, o que significa dizer que ela consegue ajustar baseado em IA e em sensores a tela para a melhor visibilidade.

Especificações técnicas da Huawei Band 9

Imagem demonstra as cinco versões da Huawei Band 9, sendo dispostos na seguinte ordem: branco com caixa dourada e mostrador analógico, preta com mostrador digital e anel de atividades, rosa commostrador digital centralizado, amarelo com caixa prateada com relógio digital e resumo de atividades e a versão azul com pulseira em nylon com mostrador digital alinhado no canto superior esquerdo
  • Tela: AMOLED de 1,47 polegadas, 194 × 368 pixels, PPI 282
  • Tamanho do pulso:
    • Branco Areia e Rosa Claro: 129-190 mm
    • Preto Estelar, Amarelo Limão e Azul Elétrico: 130-210 mm
  • Sensores: IMU de 9 eixos (sensor acelerômetro, sensor giroscópio, sensor magnetômetro), óptico de frequência cardíaca, luz ambiente
  • Carregamento: 5W (5V/1A)
  • Proteção: 5 ATM
  • Conexões: 2,4 GHz, BT 5.0 e BLE
  • Dimensões: 43,45 × 24,86 × 8,99 mm
  • Peso: aproximadamente 14 g (sem a pulseira)
  • Compatibilidade: Android 8.0 e iOS 13.0 ou posteriores

Preço e disponibilidade

Com disponibilidade a partir do dia 08/05, a Huawei Band 9 chega com preço sugerido de R$ 399 mas, até o dia 26/05, o modelo poderá ser encontrado na Amazon e Mercado Livre por R$ 299 nas cores preto estelar ou rosa claro.

As demais cores (amarelo limão, branco areia e azul elétrico) também são esperadas no decorrer dos próximos meses, sendo estimado pela marca a chegada possivelmente até julho.

Categorias vinculadas:

Android, iOS, NOTÍCIAS, Wearables,

Última atualização: 09/05/2024